Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

220 casos de pessoas desaparecidas foram registrados no 1º trimestre de 2019


05
Esta postagem foi publicada em 22 de abril de 2019 Destaque Slide Topo, Notícias.

Mais de 200 casos de pessoas desaparecidas foram registrados pela Polícia Civil de Mato Grosso no primeiro trimestre de 2019. Segundo o Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), no primeiro trimestre de 2019, 220 pessoas desapareceram.

Deste total, 92% foram localizados, representando 202 registros. Apenas 18 pessoas não foram achadas, sendo 196 encontrados com vida, o que corresponde a 97% dos registros.

Seis vítimas foram localizadas mortas. Destes casos, dois são tratados como homicídios e um é considerado acidente com veículo.

Ainda de acordo com os dados estatísticos da Polícia Civil, 65% dos desaparecidos são pessoas adultas de ambos os sexos, na faixa de 18 anos a 64, sendo 114 homens e 34 mulheres. Quanto aos adolescentes, o percentual de registro é de 31%, a maioria na faixa entre 12 a 17 anos, sendo 39 mulheres e 19 homens.

Boa parte dos casos foi registrada em Cuiabá e Várzea Grande.

Motivação

São diversos os fatores que levam adolescentes, jovens e adultos a sumirem de casa. O afastamento do convívio familiar correspondem 59%.

Razões não explicadas ou enigmáticas também foram classificadas, sendo elas 35% dos registros, entre outras motivações diversas, apontadas como evasão de custódia legal, subtração por familiares, cooptação para práticas criminosas, etc.

Quando localizados, na delegacia foram relatadas peculiaridades ou dados da pessoa encontrada. 37% das vítimas eram usuárias de droga.

 

 

Fonte: G1 MT


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-