Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

ACES Sinop defende punir penalmente bares e botecos que insistem em desrespeitar prevenção ao Covid


09
Esta postagem foi publicada em 2 de junho de 2020 Destaque 1, Notícias.

A Associação Comercial e Empresarial também reforçou, hoje, pedido que seja intensificada fiscalização em alguns bares e similares que insistem em desrespeitar as medidas de proteção (evitando aglomerações e obrigatoriedade do uso de máscaras) para evitar mais casos da doença e defende reavaliar as penalidades a minoria reincidente. A entidade menciona que “não se pode fazer ouvidos moucos ante as inúmeras denúncias de descumprimento das regras estabelecidas em decretos já amplamente divulgados, principalmente em relação às denúncias do final de semana passado sobre bares, botecos e afins, com aglomeração de pessoas, desuso de máscaras e desrespeito ao distanciamento mínimo entre pessoas e capacidade total”, apontou, em ofício endereçado a prefeita Rosana Martinelli.

A ACES acrescenta que, “considerando a irresponsabilidade ou desrespeito as normas legais, praticadas por poucos comerciantes e empresários, precisamente bares e botecos, não pode recair como nivelamento por baixo de todo um setor/segmento que, em sua esmagadora maioria é correto, responsável e luta diariamente para se manter aberto e economicamente viável, a entidade requer aplicação imediata de “responsabilidade civil, penal e administrativa contra todos os estabelecimentos que sabidamente já cometeram e continuar a cometer irregularidades e ilegalidades”.  A associação defende punição para a minoria que insiste em desprezar as notificações já feitas pela fiscalização ” para que suas irresponsabilidades não se convertam em uma incontrolável crise econômica e muito menos em uma crise de saúde pública”.

As fiscalizações estão sendo feitas. Bares e botecos que insistem em ficar fechados a partir da meia noite, por exemplo, estão sendo fechados. Mas os que já foram notificados e continuam desrespeitando e deixando clientes sem máscaras e distanciamento mínimo não levam multa nem tem alvará suspenso.

O presidente Klayton Gonçalves alertou que “não se pode correr o risco de ser decretado toque de recolher, fechamento de todos os bares, restaurantes e afins e muito menos o fechamento total do comércio por causa de poucos infratores “e que a ACES não ficará de braços cruzados vendo tais irresponsabilidades acontecerem e, inevitavelmente, se nada for feito, respingar indevidamente no comércio como um todo. E repetimos: não se podem generalizar os maus procedimentos de uns como se fossem de todos”.

Conforme Só Notícias já informou, a Câmara dos Dirigentes Lojistas também enviou ofício hoje a prefeitura quanto a minoria de bares descumprirem as normas e defende suspender alvará de funcionamento dos que já foram notificados e insistem em desrespeitar as medidas de prevenção.

A Associação Médica de Sinop voltou a alertar a população para reforçar as medidas de prevenção. Sinop tem 3 mortes, 17 pessoas em isolamento domiciliar e duas na UTI.

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



-