Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Advogada agride jovem dentro de escritório de advocacia em Guarantã do Norte.


05
Esta postagem foi publicada em 7 de outubro de 2020 Destaque 1, Notícias.

Uma advogada de Guarantã do Norte, Jéssica Teixeira Passos é acusada de agredir um jovem de 21 anos. O fato ocorreu nas dependências do escritório de advocacia por volta das 14h20min desta segunda-feira (05).
Segundo o boletim de ocorrência registrado na polícia civil, Jéssica Teixeira teria chamado o jovem até o seu escritório para conversar. No meio da conversa a advogada percebeu que estava sendo filmada, foi quando ela partiu para cima da vítima com socos no rosto, chute nas partes íntimas e arranhões. A intenção da advogada era tomar o celular da vítima.
Toda a confusão se deu devido ao jovem ser ex-namorado de uma amiga da advogada e que ela estaria comentando para outras pessoas sobre a vida pessoal da vítima.
A advogada foi flagrada chamando a vítima de ‘’macho escroto’’ ‘’gigolô barato’’ e ainda cometeu um ato homofóbico, falando que a vítima ‘’ocupa o seu dia dando’’.
O site O Território entrou em contato com o presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Dr. Marcus Augusto Giraldi Macedo para saber quais as providências que serão tomadas referente a advogada. ” A OABMT através da 14ª Subseção de Peixoto de Azevedo, entende que todas as relações interpessoais devem ser pautadas em condutas de urbanidade, repudiando-se ainda, qualquer tipo de violência física ou moral. Informamos que já agendamos com o Sr. Weliton para receber seu pedido de providências, que será imediatamente encaminhado, juntamente com todo o material apresentado por ele, para o Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MT, para avaliação da conduta da Advogada envolvida, e demais providências que entenderem necessárias”. Disse Macedo.

Segundo o Estatuto da OAB a advogada pode responder por uma advertência ou até uma exclusão, que é a retirada da infratora dos quadros da OAB do Brasil, impedindo-a de exercer a profissão de advogada.

 

 

 

Fonte: O Território


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-