Em entrevista concedida a imprensa, o Prefeito de Matupá, Valtinho Miotto, informou que mesmo com os problemas meramente de cunho político enfrentados junto a oposição na Câmara de Vereadores no que se refere ao atraso na aprovação da Lei Autorizativa para que a Prefeitura oficializasse a contratação de recursos financeiros do Programa FINISA – Financiamento à Infraestrutura e Saneamento, onde em virtude da aprovação tardia o município acabou ficando de fora e perdendo a oportunidade ainda em 2019 de acessar a linha de crédito da Caixa Econômica Federal – CEF, para desenvolver obras de drenagem, galeria de águas pluviais e pavimentação asfáltica de ruas e avenidas de diversos bairros da cidade.

“Mesmo com as manobras políticas dos vereadores oposicionistas que prejudicaram diretamente os cidadãos que ainda não possuem asfalto na frente de suas casas e estabelecimentos, não me dei por vencido. Ao longo de 20 anos de vida pública, sempre me preocupei em melhorar a qualidade de vida da população, independente de questões político-partidárias. Por conta da falta de autorização da Câmara, o município não foi contemplado, pois o dinheiro já havia acabado. Hoje estamos com cerca de 95% do perímetro urbano coberto com drenagem e asfaltamento, e esses recursos financeiros seriam o suficiente para chegarmos a 100%. Pensando em nosso povo, usei de minha amizade e livre trânsito junto ao Senador da República Wellington Fagundes, onde solicitei a sua interlocução com o Conselho Monetário Nacional (CMN) para que ampliasse o volume de verba e de operações para atender a demanda Matupaense”, disse o Prefeito Valtinho Miotto.

Graças a persistência e a este pleito por parte do Prefeito de Matupá, outros municípios ingressaram com a mesma solicitação ao Senador Wellington Fagundes (PL-MT) – Vice-presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Municípios Brasileiros, que por sua vez cobrou a retomada dos financiamentos do Presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e depois do Secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida. A formalização do pedido foi avalizada pela Confederação Nacional dos Municípios – CNM.

Esta semana a CEF e o CMN anunciaram que a partir deste mês de junho estarão disponíveis mais de R$ 840 milhões para atender vários municípios, dentre eles Matupá.

“Quero agradecer o Senador Wellington Fagundes que abraçou a causa e como municipalista se empenhou para construirmos essa grande conquista, ou seja, o acesso aos recursos financeiros do FINISA, que infelizmente havíamos perdido no primeiro momento pela politicagem de alguns membros do legislativo Matupaense, onde suas vaidades e cede de poder superam o bem comum da população. Tranquilizo as famílias que ainda não possuem pavimentação asfáltica em suas ruas, avenidas, travessas e bairros, iremos chegar a 100% de cobertura de infraestrutura urbana, conforme meu compromisso assumido com a municipalidade”, comemorou o Prefeito Miotto.

Além de obras de drenagem, galeria de águas pluviais e pavimentação asfáltica, serão investidos cerca de R$ 2 milhões na construção de praças de lazer em locais estratégicos e a muito tempo reivindicada pela comunidade, além da aquisição de máquinas e equipamentos. Matupá deverá acessar cerca de R$ 14 milhões do Financiamento à Infraestrutura e Saneamento – FINISA.