Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Após racha entre prefeitos, Neurilan é eleito para o seu 4º mandato na AMM


dfee9a340a69c36bea92c3b8fff7f1f1
Esta postagem foi publicada em 16 de dezembro de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

Sem a participação de novos prefeitos eleitos, Neurilan Fraga (PL) é reeleito para o 4º mandato à frente da Associação Mato-grossense dos Municípios por 76 votos dos 121 municípios filiados. O pleito ocorreu nesta terça (15), após uma briga judicial que teve desfecho nesta segunda (14) após o Tribunal de Justiça autorizar a eleição que havia sido suspensa na sexta (11).

Neurilan derrotou o adversário, prefeito de Água Boa Mauro Rosa (PSD) que teve 45 votos. Ao longo do dia, ambos estiveram na AMM acompanhando o processo eleitoral e dando entrevistas à imprensa.

“Meu foco é continuar o trabalho institucional de valorização dos municípios e lutar para que a gente avance mais. Temos uma boa relação em Brasília e na Confederação Nacional dos Municípios”, disse o reeleito.

O impasse na Justiça ocorreu após o prefeito eleito de Campo Verde (131 km Cuiabá), Alexandre Lopes (PDT) conseguir decisão suspendendo a eleição, o que foi revertido após recurso de Neurilan. Lopes questionou as alterações no regimento interno que anteciparam a eleição que antes ocorria em janeiro, para dezembro o que impediu os novos gestores de participarem. Outra alteração polêmica foi o aumento do mandato de 2 para 3 anos.

Em coletiva de imprensa após resultado das eleições, Neurilan pontuou que quer trabalhar no âmbito nacional para conseguir angariar recursos para os municípios de Mato Grosso. Ele ainda agradeceu ao candidato opositor e aos prefeitos de todas as cidades e citou relação amistosa entre os gestores.

“Vou trabalhar para aumentar mais a quantidade de serviços que a AMM presta para melhorar esse atendimento, corrigir eventuais falhas. Vou trabalhar dentro do Congresso Nacional tratando da reforma tributária, além de alguns pontos de interesse dos municípios e de Mato Grosso. “Além de outras demandas que significam mais recursos em caixa das prefeituras”, disse.

O presidente eleito da entidade prometeu ainda buscar se aproximar mais dos poderes, tanto Governo do Estado, quanto da Assembleia e do Tribunal de Contas (TCE). “Fazer mais ainda trabalho mais forte que o momento exige”, complementou.

 

 

Fonte: RD News


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-