Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Após recorde, secretário prevê explosão da Covid em MT: “estamos no início”


24
Esta postagem foi publicada em 26 de maio de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, alertou durante entrevista virtual nesta terça-feira (26) que Mato Grosso ainda viverá uma “explosão” de casos do novo coronavírus. O chefe da pasta voltou a desenhar o cenário pessimista para os próximos dias.

Segundo ele, a curva ascendente da infecção nem sequer começou. “A curva nem começou ainda. É o inicio de uma pandemia. Eu sei que todo mundo quer que a secretaria de Estado idealize um cenário criando uma perspectiva prognóstica de quando vai acontecer o pico. Nós não vamos fazer isso porque todos os dias há mudanças de comportamento no nosso Estado”, disse.

As declarações ocorrem após o Estado bater o recorde de número de infectados em 24 horas. De domingo (24)  para segunda-feira (25) forame registrados 130 novos casos de Covid-19 em Mato Grosso. Ao todo já são 1.594 confirmações e 43 óbitos da doença.

A morte mais recente foi confirmada durante a live e se trata de um idoso de 88 anos do município de Juara (a 694,2 km de Cuiabá) pela Covid-19. A vítima era um produtor rural da região e deve entrar nos registros do boletim da Secretária de  Estado e Saúde desta terça.

Para o secretário, aumento drástico é reflexo do comportamento da população que insiste em desrespeitar as regras de isolamento social, o que dificulta inclusive, o Estado a fazer uma avaliação para o fim da pandemia. “A população não está correspondendo ao chamamento para adotar as medidas não farmacológicas. Então são muitas as variáveis que não nos permitem fazer uma avalição para estimar o pico”, explicou.

Com isso, Gilberto voltou a fazer o apelo para que as pessoas cumpram as orientações de segurança, inclusive, para não entrar nas estatísticas “desconfortáveis” de contaminados. “Não existe ninguém imune, eu acho certo desconforto você se arriscar nesse momento, você querer ser paciente teste positivo de Covid e chegar na escala dos 5% que vão precisar do leito de UTI. Por isso, o que você puder fazer nesse momento que é dar sua contribuição usando a máscara, evitar circulação, grandes aglomerações e adotar medidas que desde o inicio dessa pandemia nós estamos enfatizando é o que se deve fazer”, expressou.

REFORÇO

Ao fim da transmissão, o secretário anunciou ainda a chegada de novos equipamentos adquiridos na China, que reforçaram o atendimento aos pacientes com Covid-19. Os suprimentos devem chegar num avião, as 14h, no aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande. “Conseguimos vencer inúmeros obstáculos de logística, de transporte, de aquisição, vamos receber um reforço tecnológico para que a gente possa efetivamente melhorar nossas unidades hospitalares”, finalizou.

 

 

Fonte: Folha Max


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-