Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Botelho nega crise da AL com Mendes: Não há estremecimento


02
Esta postagem foi publicada em 12 de abril de 2021 Destaque Slide Topo, Notícias.

Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho (DEM) negou existir uma crise na relação do Governo do Estado com os parlamentares. Segundo ele, o que há são “discussões comuns de trabalho”.

Recentemente, a deputada Janaina Riva (MDB) apontou dificuldades no relacionamento com o Executivo, chegando a comparar o governador Mauro Mendes (DEM) com o seu antecessor, Pedro Taques (Cidadania). Além disso, Mendes não conseguiu aprovar o projeto de “feriadão” contra a Covid no Estado.

“Não há estremecimento. O que há são discussões de trabalho. Eu discuto com governador e com secretários, porque quero algo de uma forma e, às vezes, acaba não saindo. Mas isso é normal em qualquer lugar de trabalho. Não vejo como estremecimento ou algo ruim”, afirmou.

Conforme o democrata, os parlamentares têm liberdade para fazer suas pontuações e nem sempre isso será acatado pelo Governo, e vice-versa.

“Você acha que o governador Mauro Mendes faz tudo o que quer? Tem muita coisa que ele quer de um jeito, mas por conta da Assembleia ou da Justiça, tem que fazer de outro”, disse.

O deputado negou qualquer comparação entre Mendes e Taques, afirmando que o Governo atual tem honrado seus compromissos e melhorado o Estado. No entanto,  defendeu que o Executivo poderia, em alguns momentos, abrir mais diálogo .

“Eu poderia dizer que o Mauro é mais finalista. Entrega mais, cumpre mais, dá mais resultado. Então, nesse aspecto, não cabe a comparação. Agora, evidentemente que tem muitas questões que gostaríamos que houvesse mais participação dos deputados”, defendeu.

“Ele [Mendes] poderia usar mais os deputados, utilizar mais a capacidade e experiência dos deputados. Cada um que está ali é uma entidade, representa um setor, tem uma participação importante junto à população e pode contribuir”, completou.

 

 

Fonte: Midia News


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-