Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

CAIXA 2 EM 2014: TRE rejeita delação de dono da Friboi e inocenta senador de MT


Senador-Wellington-Fagundes-e1614608427503
Esta postagem foi publicada em 20 de outubro de 2021 Destaque Slide Topo, Notícias.

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) arquivou nesta terça-feira um inquérito da Polícia Federal que investigava o senador Wellington Fagundes (PL) por suposto recebimento ilegal de R$ 300 mil em dinheiro vivo nas eleições de 2014. A informação foi delatada pelo empresário Joesley Batista, sócio da JBS.

O pagamento supostamente seria em troca de “evitar retaliações ou dificuldades para as empresas” e “garantir a boa vontade e facilidade de contratos para futuros pleitos empresariais”. O caso tramita em segredo de Justiça e não há detalhes sobre a fundamentação para o arquivamento.

Por meio de nota, a assessoria do senador confirmou o 

arquivamento do inquérito.

NOTA PÚBLICA

Arquivado por unanimidade, nesta terça-feira (19), o inquérito que investigava suposto benefício ao senador Wellington Fagundes (PL-MT) em recursos repassados pela empresa JBS na eleição de 2014. A decisão unânime foi feita pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

A decisão do TRE-MT deixou claro a não existência de nenhum indício ligando o senador ao fato.

Fonte: Folha Max


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Politica de Privacidade!

-

76C16F68-917F-4C88-8DC1-7D0A4250D2A3 155878a9-213d-4c2f-9e12-54738fc50437