Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Cinco meses de investigação levam a Polícia Civil de MT a prender em São Paulo homem que intermediou execução de advogado em Juara MT no mês de março


05
Esta postagem foi publicada em 25 de agosto de 2020 Destaque 1, Notícias.

Após cinco meses, a Polícia Civil de Mato Grosso prendeu, nesta segunda-feira (24), um homem suspeito de ter intermediado negociações entre mandante e executores da morte do advogado Milton Queiroz Lopez, 51 anos, ocorrida no mês março deste ano, no município de Juara, Mato Grosso..

O suspeito, de 54 anos, foi encontrado tomando sol, durante diligências em uma residência em Presidente Prudente (SP). Ele foi preso preventivamente e recambiado para Mato Grosso. Conforme as investigações, ele teria recebido R$ 150 mil e repassado um terço do valor aos executores.

No dia da morte do advogado, a Polícia Militar de Juara conseguiu prender os dois suspeitos. Ambos foram detidos pela Força Tática. A arma usada no crime também foi apreendida.

“Mesmo com a prisão dos autores diretos do assassinato, as investigações nunca cessaram para a apuração e responsabilização dos mandantes e demais partícipes e coautores do crime”, informou o delegado de Juara, Carlos Henrique Engelmann.

O homem preso em Presidente Prudente morava em Sinop e após as investigações do homicídio, fugiu do estado. Ele deverá ser recambiado de São Paulo para Mato Grosso.

A execução

As imagens de uma câmera de segurança mostram a vítima sentada em seu escritório, enquanto o suspeito está logo a sua frente. Milton ainda correu em direção à rua, mas não resistiu, caiu na calçada e morreu.

Fonte: Momento MT


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-