Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Com candidatura do DEM, Jayme descarta apoio a Emanuel


07
Esta postagem foi publicada em 7 de agosto de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

O senador Jayme Campos (DEM) garantiu que apoiará o nome escolhido pelo seu partido na disputa à Prefeitura de Cuiabá, independente de quem seja o candidato.

Entre os cotados estão o ex-deputado federal Fabio Garcia e o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho.

“O DEM tem desejo de ter candidato. Botelho e Fabio são bons nomes, experientes. Todavia, até agora não tem nada resolvido. Imagino que haverá uma reunião do diretório municipal, regional para fazermos uma conversa e, de fato, escolher o candidato”, disse o senador em entrevista .

“Posso afirmar de antemão que tanto Botelho, quanto Fabio, vão contar com meu apoio na medida em que são dois correligionários, amigos e têm capacidade de serem bons gestores da Capital”, emendou.

Mesmo com a definição do DEM pela candidatura própria na Capital, há rumores de que Jayme e o ex-senador Júlio campos poderiam optar pelo apoio ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que deve sair à reeleição.

Isso, em função da relação de amizade entre as duas famílias. O senador, por sua vez, descartou essa possibilidade e disse que as questões partidárias se sobrepõem às amizades.

“Sou amigo do Emanuel. Todavia, há fatos que não podemos deixar de desconhecer. Amizade não se confunde com processo político eleitoral. Se, eventualmente, o Democratas deixar de ter candidato, há uma possibilidade [de apoio]. Agora, nesse exato momento tanto em Cuiabá como em VG meu partido terá candidato. Vou votar no candidato do partido e vou trabalhar, independente de ser Fabio ou Botelho”, disse.

“Tenho muito espirito partidário, desde o início da minha trajetória. Não vai ser aos 69 anos de idade que vou mudar isso. Minha biografia é de lealdade, companheirismo, sobretudo, de respeito àqueles que estejam na nossa sigla partidária. Se não fosse o partido ter candidato, aí estaríamos liberados para apoiar outro candidato. Mas nesse exato momento, nenhuma possibilidade”, concluiu.

 

 

 

 

Fonte: Midia News


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-