Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Consumidores têm até dia 30 para aderir ao “Mutirão Online” do Procon em Mato Grosso


01
Esta postagem foi publicada em 23 de dezembro de 2020 Notícias, Política.

Os consumidores que possuem débitos ou outras demandas de consumo com as concessionárias de energia elétrica (Energisa) e água e esgoto (Águas Cuiabá) e que desejam agilizar a solução do problema podem aderir ao Mutirão Online do Procon Estadual. A ação, que prossegue até o dia 30 de dezembro, tem o objetivo de resolver reclamações que já estão tramitando no Procon.

Podem participar consumidores que registraram reclamação no Procon até o dia 9 deste mês. No Mutirão, que é realizado totalmente online, pelo aplicativo Whatsapp, são oferecidas condições de pagamento facilitadas e diferenciadas, não existentes em outra forma de acordo.

Com a pandemia de Coronavírus e a suspensão do atendimento presencial no órgão de defesa do consumidor, houve acúmulo de processos. A ação tem o objetivo de agilizar a resposta e a solução de problemas para a população.

Até o momento, mais de 1.400 consumidores já aderiram ao Mutirão Online do Procon-MT. Para participar, o interessado deve mandar uma mensagem pelo WhatsApp, pelo número (65) 99241-1846, com seu nome, dados pessoais (CPF e RG), número da unidade consumidora e número da reclamação registrada no Procon Estadual.

Ao receber a mensagem do consumidor, o Procon entrará em contato com a concessionária, que terá dez dias para responder a demanda. Após, o Procon encaminhará a resposta para o consumidor, para ele manifestar se aceita ou não a proposta. Em aceitando, é firmado o acordo.

No dia 31 deste mês, encerra o prazo de suspensão de corte de energia elétrica de famílias de baixa renda e a proibição de corte de abastecimento de água em Cuiabá, estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Prefeitura Municipal, respectivamente.

As medidas emergenciais, tomadas para enfrentar à pandemia de coronavírus, entretanto, não desobrigam ou isentam os consumidores do pagamento das contas. Quem tiver faturas em atraso, precisa quitar seu débito para evitar a suspensão de fornecimento e evitar que seu nome seja inserido em cadastros de proteção ao crédito, alerta o Procon.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-