Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Contas do executivo Ubirataense de 2017 é aprovada e debates altera os ânimos na casa de Leis.


47082e4d-5380-4bdf-bf23-c84bd6406723
Esta postagem foi publicada em 14 de maio de 2019 Destaque Slide Topo, Notícias.

Em sessão ordinária realizada na noite de segunda-feira no Plenário Benedito Dutra, os vereadores votam as contas da prefeitura municipal referente ao exercício de 2017.

Por 05 votos a 04 as contas do executivo foram aprovadas depois de grandes debates promovido pelo parlamentares da casa de leis.

O vereador Nilton Parizzoto, vereador da base do executivo, disse que todos os itens foram detalhados pelo Tribunal de Contas, e que não se achava no direito de reprovar as contas do executivo apenas pelo boatos da rede social Facebook ou pelo que diz que me diz que, o vereador disse ainda que já foi tachado de “Puxa Saco” e que é “Puxa Saco” sim de quem está fazendo.

Em uso a palavra o vereador Diogo, também falou sobre o assunto e pontuou que, na época tentaram abrir uma CPI para investigar e detalhar os gastos do executivo, e que a medida não era para parar o município e sim para resolver os problemas, Diogo disse ainda que o vereador é pago pra isso pra fiscalizar, ao fim pontuou que não se deve ter medo de investigar e ser investigado, há não ser que deva alguma coisa, mas vamos aguardar o desfecho.

O vereador Nana também falou sobre as falas do vereador Nilton, e pontuou que com o tempo em que ele acompanha política, ele nunca viu um tribunal de contas reprovar contas de um município, disse que o que eles analisam é o que é enviado pra eles o que está no papel, e basta sair nas ruas da cidade que já vemos como está a administração do município, sobre as contas o vereador disse que em 2017 houve um ofício encaminhado para o Tribunal de Contas cobrando esclarecimento sobre um processo e que teve 06 assinaturas dos vereadores, e que na época acarretou no pedido de comissão parlamentar de inquérito-CPI, então foram 06 vereadores que pediram informação por que tiveram dúvidas, quando se pede mais informações é por que há dúvidas e duvidas tem que ser esclarecidas, porém depois apenas 04 votaram pela CPI, o vereador enfatizou que seu voto contrário a aprovação das contas se deve pelo fato de ter também apontamentos gravíssimos por parte do tribunal de contas.

Já o vereador José Dias Pedroso (Gasolina) usou a tribuna e rebateu as falas do vereador Nilton, dizendo que ele votou pela reprovação das contas, não foi influenciado por redes sociais não, e que o vereador estava enganado, disse que votou pela reprovação por falta de documentos, Gasolina disse que o vereador Nilton está desinformado, por que a partir do momento em que o Ministério Público pede bloqueio de bens é por que algo não está certo. “Outras coisa quando nós quisemos abrir a CPI aqui pra investigar o senhor votou contra, o senhor foi contrário a investigar o prefeito, o senhor foi tachado aqui de “Puxa Saco” e se intitulou hoje aqui de “Puxa Saco” do prefeito isso é problema do senhor, nos aqui temos que fazer o papel de fiscalizador, então eu votei contra a aprovação, não foi baseado em Facebook não, está ai o parecer com os apontamentos, o Tribunal de Contas não reprova as contas ele pontua, quem reprova ou aprova somos nos fiscalizadores, agora o que adianta eu eleito vereador para fiscalizar o prefeito chegar aqui e não fiscalizar. Concluiu Gasolina

As contas de gasto do executivo do exercício 2017 forma aprovadas pela maioria dos parlamentares da casa de leis.

 

Fonte: AcesseMT/Bruno Oliveira


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-