Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Criança tem couro cabeludo arrancado no parto; mãe e filha estão na UTI;


10
Esta postagem foi publicada em 14 de agosto de 2020 Notícias, Política.

Adalberto de Souza Moreira registrou um boletim de ocorrência contra o Hospital Santa Casa, na quinta-feira (13), em Rondonópolis (212 km da Capital). Ele denuncia que houve negligência médica no parto de sua mulher, Maria Lima de Jesus, de 38 anos, e que no procedimento sua filha teve o couro cabeludo arrancado.

Maria Lima foi internada, no dia 29 de julho, quando entrou em trabalho de parto. No entanto, a criança tinha apenas 32 semanas, sendo prematura, e os médicos disseram que esperariam completar 34 semanas de gestação para realizar o procedimento.

Conforme a Polícia Judiciária Civil (PJC), Maria ficou internada durante 11 dias, sem que seu marido tivesse acesso ao seu leito. No último dia 10 de agosto, finalmente, os médicos liberaram Adalberto para ver a mulher e filha, e ele passou a noite com elas.

Maria Lima estava irreconhecível, inchada, e o parto já havia sido realizado. Já a bebê estava com o couro cabeludo arrancado do lado direito da cabeça até a nuca.

O parto foi realizado na segunda-feira (10), pela manhã. Atualmente, esposa e filha de Adalberto seguem internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do local, em estado grave.

A PJC investiga o caso.

Outro Lado

Em nota, a assessoria do Hospital Santa Casa informou que já iniciou as apurações dos fatos, mas sempre com atenção principal aos cuidados com a recuperação da mãe e do bebê.

“Como sempre o hospital não medirá esforços para cumprir sua função no cuidado da saúde”, finalizou

 

 

 

 

Fonte: Repórter MT


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-