Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Dilmar fica no DEM, mas deixa liderança de Mauro na AL


05
Esta postagem foi publicada em 26 de junho de 2020 Notícias, Política.

Após pedir sua expulsão dos quadros do partido, o deputado Dilmar Dal Bosco foi convencido a ficar no Democratas. As conversas envolveram o governador Mauro Mendes (DEM) e a cúpula da sigla. Após apelo, o deputado confirmou sua permanência no partido, mas deve deixar a liderança do governo na Assembleia Legislativa.

Segundo o ex-governador Julio Campos, vice-presidente do DEM em Mato Grosso, houve uma reunião no gabinete do governador Mauro Mendes na quinta-feira (25), com a presença do presidente estadual da legenda, Fábio Garcia, do senador Jayme Campos e do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, para decidir sobre o futuro do deputado. Após o encontro, eles foram até a Assembleia Legislativa convencer Dilmar a ficar no DEM.

Diante do apelo, segundo o ex-governador, Dilmar aceitou permanecer no partido e encerrou o racha que aconteceu na legenda na quarta (24) quando o deputado apresentou carta pedindo sua expulsão da legenda. “Graças a Deus a maior crise que o DEM passou de ontem para hoje está superada e o deputado Dilmar Dal Bosco confirmou que permanece no DEM para ajudar o partido a formar o maior número de prefeitos e vereadores do estado”, destacou.

O presidente do DEM e suplente de senador, Fábio Garcia, confirmou os dois encontros que reuniram nomes de peso do partido, como o governador, o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho, e o senador Jayme Campos. No primeiro encontro, acertaram que não aceitariam o pedido de expulsão de Dilmar, por entender que o parlamentar contribuiu muito pelo crescimento do partido em Mato Grosso.

Também decidiram que fariam um apelo para que o parlamentar ficasse no DEM. “Ele cedeu ao nosso apelo e continuará conosco, filiado ao nosso partido, quero agradecer as diversas mensagens e apelos que recebi para convercer o deputado a permanecer conosco”, disse o presidente do democratas em um grupo de Whatsapp com filiados ao partido.

 

 

 

Fonte: Gazeta Digital


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



-