Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Dilmar vai sair do DEM mas não confirma se deixará liderança do Governo


02
Esta postagem foi publicada em 25 de junho de 2020 Notícias, Política.

O deputado Dilmar Dal Bosco protocolou, ontem à noite, um pedido para deixar o Democratas, partido pelo qual milita desde a primeira eleição em 2010. Ele alegou motivos pessoais para tomar a decisão em “caráter irrevogável e irretratável”. Para garantir que não perca o mandato por infidelidade, o parlamentar pediu que a sigla proceda com sua expulsão, deixando-o livre para escolha de outro partido. Na carta ele não fala nada em deixar a liderança do governo na Assembleia.

Dilmar é o atual tesoureiro do DEM em Mato Grosso e já presidiu a agremiação num momento de baixa do partido. Visitou todas as cidades e reorganizou o Democratas. Por isso, tem reconhecimento e apoio do senador Jayme Campos e do ex-governador Júlio Campos, quadros históricos da sigla desde que se chamava PFL. Hoje pela manhã uma reunião com a cúpula democrata deve ser realizada no Palácio Paiaguás e o assunto deve ser tratado.

Dilmar Dal Bosco tem base eleitoral em Sinop e está no terceiro mandato consecutivo, todos pelo Democratas. Já foi líder do ex-governador Pedro Taques na Assembleia Legislativa e desde janeiro de 2019, quando o governador Mauro Mendes, também do DEM, assumiu o cargo, o deputado exerce a liderança do governo no parlamento.

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



-