Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

DOUTOR PROBLEMA: Assembleia revoga título de cidadão concedido a ex-BBB


08b5cb50f258bc3973f991aad003fc70 (1)
Esta postagem foi publicada em 6 de outubro de 2021 Destaque Slide Topo, Notícias.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso revogou o título de cidadão mato-grossense concedido ao cirurgião plástico e ex-participante do Big Brother Brasil, Marcos de Oliveira Harter. A proposta partiu da deputada estadual Janaína Riva (MDB), que havia sido autora do projeto que concedeu a honraria ao médico.

Harter recebeu o título de cidadania por conta de projetos sociais envolvendo sua profissão. Entre eles, está um conhecido como “Dumbinho”, que visa atender crianças carentes, que segundo ele, são vítimas de bullying por conta da “orelha de abano”.

Porém, nas últimas semanas, Harter tem sido destaque na imprensa por envolvimento em vários escândalos e inúmeras denúncias por ameaça, perseguição e agressão a pacientes mulheres. “Infelizmente o agraciado em tela tem se envolvido em várias polêmicas e responde a ínumeras denúncias por ameaça, perseguição e agressão, além de processos disciplinares junto ao Conselho Regional de Medicina por condutas que não condiz com os juramentos dos profissionais que tem como princípio zelar pela vida das pessoas”, alega a deputada.

“Isto posto, com intuito de fazer prevalecer os requisitos estabelecidos regimentalmente para fazer jus a importante honraria, apresento a presente resolução revogando a o Título de Cidadão Mato-grossense concedido ao Senhor Marcos de Oliveira Harter”, completa o documento.

Participante da 17ª edição do BBB, Marcos Harter tentou a carreira política em Mato Grosso. Em 2018, tentou uma cadeira de deputado federal, mas não foi eleito ao receber pouco mais de 16 mil votos. No ano passado, buscou uma vaga na Câmara de Sorriso, mas também não obteve sucesso.

DENÚNCIAS

O cirurgião plástico tem sido alvo de várias denúncias feitas por pacientes que teriam sido vítimas de erros médicos. Além disso, ele também teria feito falsas denúncias contra um jornalista que produziu uma série de matérias apontando as vítimas de seus procedimentos.

Em um dos casos, uma empresária de 27 anos, moradora de Sinop, registrou boletim de ocorrência após se desentender com o médico. A vítima foi submetida a uma cirurgia de “Mastopexia com Próteses – cirurgia plástica das mamas”, no dia 20 de agosto, realizada no Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Fátima, em Sorriso (420 km de Cuiabá).

Consta no boletim de ocorrência obtido pelo FOLHAMAX, que passados pouco mais de 40 dias do procedimento, a cirurgia começou a apresentar complicações. Ela, então, decidiu procurar o ex-BBB. Já no consultório médico, a vítima relata que Marcos a tratou com grosseria. Também disse que não era para que ela retornasse à unidade novamente antes do prazo estipulado por ele.

Num outro boletim registrado no mês de julho, uma funcionária de um hospital em Sorriso acusou o médico de perseguição. A vítima passou a ser, supostamente, ameaçada por ter prestado depoimento em processo movido por uma amiga, contra o cirurgião.  

Fonte: Folha Max


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Politica de Privacidade!

-