Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

EM CONVERSA INTERCEPTADA: “MT tem dono”, diz braço direito de Arcanjo sobre jogo do bicho


496501559303122
Esta postagem foi publicada em 31 de maio de 2019 Notícias, Política.

Conforme o delegado da Defaz, Luiz Henrique Damasceno, nos 15 anos em que Arcanjo ficou preso, a organização Colibri pode ter diminuído a atuação, mas nunca deixou de funcionar

Em diálogo interceptado pela Polícia Civil, um dos membros da Colibri, apontado como braço direito de João Arcanjo Ribeiro, afirma que no campo da exploração do jogo do bicho, “Mato Grosso tem dono”.

Na investigação, Noroel Braz da Costa filho foi apontado como assessor de Arcanjo e também como o responsável pela segurança das operações e cobranças.

Em conversa com Mariano Oliveira da Silva, gerente da exploração do jogo do bicho em Sinop e outras cidades do Norte do estado, Noroel afirma que trabalha no sistema há 30 anos.

“Eu tô no sistema há 30 anos, eu trabalho diretamente com a presidência, entendeu (…) e não existe posse, o Mato Grosso tem dono (…)”, diz trecho do diálogo.

Deflagrada na manhã de quinta-feira (29) pela Polícia Civil, a Operação Mantus, que desarticulou e prendeu membros de duas organizações criminosas que praticavam lavagem de dinheiro e exploração do jogo do bicho.

Ação conjunta entre a Delegacia Especializada de Fazenda e Crimes Contra a Administração Pública (Defaz) e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), resultou na prisão de 32 pessoas, entre líderes e gerentes, da Cilibri e Ello.

 Colíbri nunca deixou de funcionar

Conforme o delegado da Defaz, Luiz Henrique Damasceno, nos 15 anos em que Arcanjo ficou preso, a organização Colibri pode ter diminuído a atuação, mas nunca deixou de funcionar.

“Houve uma sucessão da liderança, o Giovanni Zem Rodrigues – genro de Arcanjo – liderou enquanto ele estava cumprindo a pena, mas ao ganhar liberdade, passaram a atuar juntos, em nenhum momento deixou o posto da liderança”, disse.

Para o delegado, há indícios da participação de Arcanjo.

“Tem registrado o recebimento de valores do jogo do bicho, além de ele estar trabalhando na mesma empresa que era usada pela Colibri para lavar dinheiro”, finalizou.

 

 

 

Fonte: Gazeta Digital


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-

3333