Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Empresário de Sinop que ameaçou invadir Congresso e STF é alvo da Polícia Federal


12
Esta postagem foi publicada em 27 de maio de 2020 Notícias, Política.

O  empresário e ativista de direita, Marcelo Stachin, morador de Sinop (447 quilômetros de Cuiabá), é um dos alvos da operação deflagrada nesta quarta-feira (27), pela Polícia Federal (PF), no inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura produção de notícias falsas e ameaças à Corte. Ele, que é apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ficou conhecido recentemente por integrar um grupo que convocou a população para invadir o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Conforme o apurado pelo OD a Polícia Federal esteve na casa do empresário nesta manhã, onde cumpriu mandado de busca e apreensão. Como o inquérito corre em sigilo, não há detalhes sobre qual seria o papel desempenhado por ele.

Marcelo é apoiador ferrenho de Jair Bolsonaro. No início de maio, quando participava de um acampamento de apoio ao presidente, em Brasília (DF), ele fez parte de um grupo que está convocando a população para invadir o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), segundo publicou o site Congresso em Foco.

A publicação mostra um vídeo em que um manifestante chamado Paulo Felipe, famoso nas redes sociais por defender o presidente da República, ao lado do sinopense, declara que o a invasão dos Poderes conta com o apoio de militares da reserva.

“No dia 8 de maio, teremos pelo menos 300 caminhões, com muitos militares da reserva vindo para cá em Brasília, para nós darmos cabo nesta patifaria que está estabelecida no país tem 35 anos ela casa maldita que é o Supremo Tribunal Federal, com onze gangster que tem destruído a nossa nação aliados ao Foro de São Paulo e ao narcotráfico internacional”, diz o manifestante.

Morador de Sinop, Stachin é um defensor ferrenho de Bolsonaro e tem participado ativamente de campanhas pela criação do Aliança Pelo Brasil, partido idealizado pelo presidente da República.

A reportagem também menciona que o acampamento em que o sinopense está defende o ‘extermínio da esquerda’ e o fim da corrupção.

A ideia do acampamento surgiu de movimentos bolsonaristas nas redes sociais e deve levar pessoas de todo o país para a frente do Congresso Nacional no próximo fim de semana.

 

 

Fonte: Olhar Direto


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-