Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

Escolas de Alta Floresta e Peixoto de Azevedo já registram casos de Covid após reinício das aulas


Recife – Alunos da Escola Municipal Abílio Gomes, na capital pernambucana, usam livros didáticos que podem ser proibidos pela Câmara de Vereadores (Sumaia Vilela / Agência Brasil)
Esta postagem foi publicada em 17 de agosto de 2021 Destaque Slide Topo, Notícias.

Trinta escolas públicas do estado registraram, até a última sexta-feira (13), casos positivos de Covid entre estudantes e profissionais da educação. Apesar da incidência ocorrer também em escolas das redes municipais, o maior número de notificações que chegam ao Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) ocorre na rede estadual.

Há cerca de 15 dias, as aulas presenciais reiniciaram de forma híbrida. Profissionais da Educação alegam que o retorno ocorre sem medidas efetivas de segurança, como a testagem em massa dos estudantes

Nas unidades onde são identificados casos positivos, ocorrem a suspensão de aulas e o isolamento de turmas. Entre os contaminados estão professores, merendeiras, funcionários e estudantes.

E, mesmo diante da divulgação de um “plano de contingenciamento”, denúncias registradas no Sintep/MT revelam que em muitas escolas, a direção tem dispensado apenas a pessoa diagnosticada com a Covid-19.

O presidente do Sintep-MT, Valdeir Pereira, insiste no fato da Seduc-MT “se manter omissa, diante da diversidade de ações adotadas”. “Essa situação poderá levar ao caos, diante da gravidade dessa doença que não tem mais idade para se manifestar, inclusive com casos fatais entre jovens aumentando”, afirma o presidente.

Segundo Valdeir Pereira, é fundamental que se estabeleça como protocolo a testagem em massa da comunidade escolar (trabalhadores e alunos) de forma constante. “A ausência de sintomas em muitas pessoas exige os testes com regularidade para identificar a presença do vírus”, disse.

Levantamento de escolas em MT com casos de Covid confirmados:

1 – Escola Estadual Profª Marlene Marques de Barros –Várzea Grande

2 – CMEI WILSON SODRÉ FARIAS – Várzea Grande

3 – Escola Estadual Jaiminho – Várzea Grande

4 – Escola Estadual Souza Bandeira – Cuiabá

5 – Escola Estadual Aureolina Eustacia Ribeiro –  Cuiabá

6 – Escola E Heliodoro Capistrano  – – Cuiabá

7 – Escola Estadual Irene Gomes de Campos – VG

8 – CMEI Albella curvo de Moraes  (VG)

9 – Escola Estadual Pedro Gardés (VG)

10 – Emeb Antônio Gomes (Cuiabá)

11 – E. E. André Luiz da Silva Reis (Cuiabá)

12 – E. E. Clênia Rosalina de Souza (Cuiabá)

13 – Escola Estadual Bernardino Gomes da Luz (Colniza-MT)

14 – Escola estadual Tarsila do Amaral (Colniza-MT)

15 – Escola estadual Mario de Castro (Cuiabá)

16 – Escola estadual Hermelinda Figueiredo (Cuiabá)

17 – Escola estadual professora Oswaldita Eliza Teixeira Couto (Santo Antônio de Leverger)

18 – EE Ramiro Bernardo da Silva (Rondonópolis)

19 – EE Emanuel Pinheiro (Rondonópolis)

20 – EE Renilda Silva de Moraes (Rondonópolis)

21 – EE La Salle (Rondonópolis)

22 – EE Daniel Martins Moura (Rondonópolis)

23 – EE Antonio Guimarães Balbino (Rondonópolis)

24 – Escola Estadual 19 de Julho (Peixoto de Azevedo)

25 – Escola Estadual Governador José Fragelli (Cuiabá)

26 – Escola Estadual Elizabet Evangelista Pereira (Rosário Oeste)

27 –  Escola Estadual Antonio Gomes – (Várzea Grande)

28 –  EE DIVA HUGUENEY DE SIQUEIRA BASTOS – (Cuiabá)

29 –  Escola Estadual Padre Ernesto de Camilo Barreto –( Cuiabá)

30 –  Escola estadual Jardim Universitário– (Alta Floresta)

 

 

Fone: Assessoria


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Politica de Privacidade!

-