Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Grevistas ocupam galerias da AL de MT


08
Esta postagem foi publicada em 17 de julho de 2019 Notícias, Política.

Em greve há 51 dias, os servidores da Educação de Mato Grosso ocuparam a galeria da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), em Cuiabá, durante sessão na terça-feira (16). O objetivo da categoria era evitar que a sessão tivesse continuidade e que as votações fossem suspensas.

Durante a sessão, os deputados discutiram 14 vetos e destrancaram a pauta para poder apreciar o projeto de lei para revisão dos incentivos fiscais, proposto pelo governo do estado. A previsão é que o projeto seja lido na sessão desta quarta-feira (17) e votado em primeira votação.

Com palavras de ordem, os servidores cobravam o imediato fim do corte do ponto e a restituição dos valores descontados. No início do mês, por causa do corte de ponto os profissionais foram às ruas para pedir dinheiro.

Entre as reivindicações da categoria está:

concessão do pagamento de 7,6% de aumento aos professores e o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA);

pagamento de 1/3 de férias proporcional para os professores contratados;

concessão de licença-prêmio e licença para qualificação profissional,

chamamento do cadastro reserva dos profissionais da educação do último concurso público

e um cronograma de obras para a reforma das unidades escolares.

O executivo declarou que não tem como conceder o aumento de 7,5%, e que, o pagamento da RGA pode estourar o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

 

Fonte: Folha Max


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-