Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Guarantã do Norte : Acusado de matar mecânico é preso; polícia investiga motivação do crime


15
Esta postagem foi publicada em 29 de maio de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

O principal suspeito de assassinar Cricio Rone dos Santos, 35 anos, foi preso, hoje, pela Polícia Civil. O mecânico foi assassinado, na noite de quarta feira (27), na avenida Pioneiro José Nelson Coutinho, em Guarantã do Norte (250 quilômetros de Sinop). O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas não houve tempo para resgate.

Segundo a assessoria, Crício estava apenas de cueca e camisa e próximo ao local foi encontrada uma peça íntima feminina. Os investigadores descobriram que o mecânico esteve,  na noite anterior, bebendo em um bar, junto com um casal e que houve pequenos desentendimentos entre eles.

Em buscas pelo casal, a equipe de investigadores localizou um caminhão parado em uma oficina mecânica para conserto. No interior do veículo estava o casal que, em entrevista aos policiais, negou o crime e afirmou que não sabia de nada. Os dois negaram, inclusive, que teriam estado com a vítima na noite anterior. Porém, com base nas divergências apuradas e indícios existentes, a equipe deu voz de prisão aos dois.

Segundo a Polícia Civil, em entrevista preliminar com o delegado Waner dos Santos Neves, a mulher do suspeito, de 26 anos,  acabou confessando que seu marido matou a vítima porque esta havia “lhe cantado”. O suspeito, de 48 anos, apresentou versão diferente para o crime, dizendo que não conhecia a vítima que se sentou à mesa em que ele estava com sua esposa. Ainda segundo o suspeito, Cricio começou a desrespeitar sua esposa e por isso resolveram ir embora para seu caminhão.

O suspeito afirmou que estava preparando o jantar, quando o mecânico apareceu com uma barra de ferro na mão. Para se defender, segurou a faca e a vítima teria se chocado contra o instrumento e saído correndo. Nem o suspeito ou a esposa souberam explicaram porque a vítima foi encontrada vestida somente com a roupa íntima e nem sobre a roupa íntima encontrada na cena do crime.

O delegado determinou a prisão em flagrante do suspeito pelo crime de homicídio qualificado. De acordo com a funerária Memorial, Cricio trabalhava como mecânico em Guarantã. Ele foi trasladado para sepultamento em Peixoto de Azevedo.

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-