Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

Imagens são solicitadas para ajudar identificar atiradores que mataram jornalista em Peixoto de Azevedo


01
Esta postagem foi publicada em 16 de novembro de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

A Polícia Militar confirmou, há pouco, que nas proximidades onde Edney Menezes, de 44 anos, foi executado com tiros tem câmeras de segurança instaladas numa residência e as imagens foram solicitadas ao proprietário para  tentar identificar os possíveis suspeitos de envolvimento com crime.

Ontem à noite, conforme informamos Menezes foi encontrado no Hyundai HB20 dele, na rua Itamar Dias, no centro de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop).

A versão investigada é que os disparos foram feitos por duas pessoas que passaram numa moto (marca e modelo não informados). Uma equipe da Polícia Militar esteve no local fazendo o isolamento necessário. Buscas foram feitas, mas até o momento, ninguém foi preso.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia após  análise da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Ainda não há definição do sepultamento.

Por nota, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor) recebe com extrema preocupação a notícia do assassinato do jornalista Edney Menezes, ocorrida município de Peixoto de Azevedo. Ao mesmo tempo, o sindicato manifesta toda a solidariedade aos amigos, familiares e colegas de profissão do jornalista.

O Sindjor já contatou as autoridades policiais e acompanha a apuração do caso para descobrir a motivação e os culpados pelo assassinato. O sindicato afirma sua veemente defesa da liberdade de expressão e do trabalho profissional da imprensa, princípios democráticos que vêm sendo tão atacados nos últimos tempos no Brasil.

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Politica de Privacidade!

-