Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Imagens são solicitadas para ajudar identificar atiradores que mataram jornalista em Peixoto de Azevedo


01
Esta postagem foi publicada em 16 de novembro de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

A Polícia Militar confirmou, há pouco, que nas proximidades onde Edney Menezes, de 44 anos, foi executado com tiros tem câmeras de segurança instaladas numa residência e as imagens foram solicitadas ao proprietário para  tentar identificar os possíveis suspeitos de envolvimento com crime.

Ontem à noite, conforme informamos Menezes foi encontrado no Hyundai HB20 dele, na rua Itamar Dias, no centro de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop).

A versão investigada é que os disparos foram feitos por duas pessoas que passaram numa moto (marca e modelo não informados). Uma equipe da Polícia Militar esteve no local fazendo o isolamento necessário. Buscas foram feitas, mas até o momento, ninguém foi preso.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia após  análise da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Ainda não há definição do sepultamento.

Por nota, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor) recebe com extrema preocupação a notícia do assassinato do jornalista Edney Menezes, ocorrida município de Peixoto de Azevedo. Ao mesmo tempo, o sindicato manifesta toda a solidariedade aos amigos, familiares e colegas de profissão do jornalista.

O Sindjor já contatou as autoridades policiais e acompanha a apuração do caso para descobrir a motivação e os culpados pelo assassinato. O sindicato afirma sua veemente defesa da liberdade de expressão e do trabalho profissional da imprensa, princípios democráticos que vêm sendo tão atacados nos últimos tempos no Brasil.

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-