Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

Janaina confirma articulações na AL por vaga no Senado e cita 3 nomes


12
Esta postagem foi publicada em 17 de setembro de 2019 Destaque Slide Topo, Notícias.

A deputada Janaina Riva (MDB) confirmou que está em curso dentro da Assembleia Legislativa de Mato Grosso uma articulação para trabalhar um nome que seja consenso da Casa para eventual disputa ao Senado em caso de confirmação, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da cassação do mandato da senadora Selma Arruda que deixou o PSL e está prestes a se filiar ao Podemos. Conforme Janaina, três deputados já colocaram seus nomes à disposição: Eduardo Botelho e Dilmar Dal Bosco, ambos do DEM e Max Russi (PSB).

Em decisão unânime firmada no dia 10 de abril deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) cassou o mandato de Selma e seus dois suplentes pelos crimes de caixa 2 e abuso de poder econômico nas eleições de 2018 determinando a realização de nova eleição à medida em que a cassação for confirmada pelo TSE. A juíza aposentada gastou R$ 1,2 milhão na pré-campanha para alavancar seu nome, ou seja, em período proibido pela Justiça Eleitoral e não declarou tais gastos em sua prestação de contas oficial.

Agora, diante do desfecho em Brasília, onde um pedido para invalidar a cassação do TRE-MT já foi negado de forma monocrática pelo ministro Og Fernandes e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, emitiu parecer pela manutenção do acórdão da Corte Eleitoral Mato-grossense respaldando a cassação, as articulações de partidos interessados em lançar candidatos para a vaga de Selma, começam a ganhar força.

Conforme Janaina Riva, uma eleição suplementar para o Senado será igual uma eleição majoritária. “Vejo que hoje poucos têm as condições que a Assembleia tem de ter ali 24 parlamentares com cada um em uma base distinta, diferente. Então, eu disse que estou vendo tantos candidatos, oito, nove, 10 candidatos, cada partido lançando um candidato, que talvez um candidato da Assembleia seja, vamos dizer assim, privilegiado, por ter colegas parlamentares em toda a base do estado de Mato Grosso que é grande, é complexo, não é simples igual parece”, pontuou a deputada na tarde desta segunda-feira (16).

A parlamentar acredita que será uma campanha curta, de apenas 30 dias, e que só alguém para conhecer muito bem o Estado e ter proximidade com todas as regiões conseguirá articular uma campanha rápida. “Acho que a Assembleia nesse aspecto está numa situação privilegiada. Isso eu digo com relação aos parlamentares. Agora, claro que é difícil tirar um nome consenso numa Assembleia com 24 deputados, cada um pensa de um jeito”, ponderou.

Questionada sobre o nome que ela indicaria a emedebista revelou quem são os deputados já interessados na vaga de Selma Arruda. “A gente tem os nomes como por exemplo, do deputado Botelho, do deputado Max Russi que também já se colocou à disposição para disputar, o deputado Dilmar Dal Bosco. Então, tem vários deputados ali que gostariam de ser candidatos, mas eles entendem assim como eu entendo que tem que ser um candidato só e tem que ser um candidato que reúna pelo menos 18 deputados”, observou Janaina.

 

 

Fonte: Agora MT


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Politica de Privacidade!

-

76C16F68-917F-4C88-8DC1-7D0A4250D2A3 155878a9-213d-4c2f-9e12-54738fc50437