Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Mendes se diz “razoavelmente satisfeito” com primeiros 100 dias


18
Esta postagem foi publicada em 11 de abril de 2019 Destaque Slide Topo, Notícias.

Embora afirme não “se prender a marcos históricos”, o governador Mauro Mendes (DEM) admitiu estar “razoavelmente satisfeito” com os primeiros 100 dias de sua administração.

Reiteradas vezes, ele tem dito que uma de suas principais preocupações é o crescimento desenfreado das despesas do Estado – especialmente os gastos com folha salarial.

E daí, segundo ele, a importância de medidas tomadas no início da sua gestão. Entre as quais, criação da Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual, reforma administrativa, novo Fethab e critérios para pagamento da RGA, por exemplo.

“Temos um planejamento a curto, médio e longo prazo já estabelecido. Algumas estratégias estão sendo elaboradas, mas estamos razoavelmente satisfeitos com o desempenho do Governo até o presente momento”, disse ele.

“Conseguimos em janeiro apresentar e aprovar leis que mudam um pouco essa trajetória de alto crescimento da despesa muito acima do crescimento da receita”, acrescentou Mendes.

As declarações foram dadas na quarta-feira (10), após uma reunião com deputados estaduais na Assembleia Legislativa.

Na oportunidade, ele apresentou aos parlamentares um cenário econômico dos últimos 15 anos de Mato Grosso.

Os mesmos números já foram detalhados pelo governador em um encontro com prefeitos realizado na semana passada e, agora, estão sendo apresentados aos chefes dos Poderes.

“Balanço de quadrimestre”

Sobre os dados de sua gestão, Mendes disse que os apresentará ao final do primeiro quadrimestre deste ano.

“Estamos fazendo muitas ações internas de contenção de gastos, cortando contratos desnecessários, diminuindo alugueis. Em breve, vamos apresentar. Não estou muito atrelado a esses marcos histórico aí de ‘100 dias’”, disse ele.

“Ao final do mês de abril vamos apresentar os resultados importantes. Garanto aos senhores que, finalizando o primeiro quadrimestre, iremos apresentar não só números internos do Governo, mas números contábeis. Porque mais do que dizer, falam por nos os resultados que possamos colacionar”, afirmou.

 

 

Fonte: Midia News


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-

anigif2