Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Mulher assume venda de drogas da mãe e é presa após investigação da Polícia Civil


04
Esta postagem foi publicada em 27 de agosto de 2020 Destaque 1, Notícias.

Duas mulheres foram presas em flagrante pela Polícia Civil nesta quarta-feira (26.08), em Rondonópolis, por tráfico e associação para ao tráfico de drogas. A prisão realizada por equipes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município ocorreu em duas residências distintas, no bairro Cidade Alta, onde também foram apreendidos entorpecentes, apetrechos para pesar e embalar drogas e dinheiro.

De acordo com a investigação da Derf, uma das casas era utilizada para guardar o entorpecente e a segunda residência era utilizada para comercializar a droga, sendo que as duas mulheres agiam em conluio.

As investigações iniciaram há meses, quando a mãe de uma das mulheres detidas hoje foi presa pela equipe da Delegacia de Roubos e Furtos. Na ocasião, a filha assumiu as funções de sua mãe e deu continuidade no negócio da boca de fumo, que era localizada na região central da cidade.

No entanto, quando percebeu que os policiais continuaram com a investigação, a mulher se mudou do centro da cidade para o bairro Cidade Alta e associou-se com uma parceira na prática do tráfico no bairro.

A partir da descoberta desse novo endereço da suspeita por tráfico, os policiais passaram a monitorar o local e durante vigilância nesta quarta-feira perceberam o momento em que um usuário foi até o local para adquirir droga. Quando o rapaz deixou a casa foi abordado e com ele encontrada uma porção de maconha, que confirmou ter adquirido das duas mulheres.

Em abordagem na residência, as equipes apreenderam outras 60 porções de entorpecentes semelhantes à apreendida com o usuário, além de dois tabletes médios da droga, balança de precisão, R$ 142,00 proveniente da venda de drogas, além de máquinas de cartão de crédito, que eram utilizadas para receber valores do tráfico.

Diante das evidências, as duas foram conduzidas para a Derf, onde foram autuadas em flagrante e permanecem à disposição da justiça

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-