Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Município de Tapurah já registrou mais de 20 focos de queimadas em matas e lavouras


13
Esta postagem foi publicada em 12 de agosto de 2020 Notícias, Política.

A secretaria de Infraestrutura, Meio Ambiente e Serviços Públicos de  Tapurah (246 quilômetros de Sinop) que já registrou 27 focos de queimadas em matas fechadas e lavouras na região do município. Todos foram cessados pela equipe com o apoio do Corpo de Bombeiros para ajudar controlar as chamas.  São utilizados brigadistas da própria secretaria, máquinas, caminhão-pipa e logística para possibilitar o trabalho dos servidores.

A secretária Cintia Fabiana Rincão explicou que o comando dos  bombeiros da cidade de Lucas do Rio Verde está dando suporte nas ações, mas como são muitas as vezes não conseguem atender todos  “Buscamos soluções para este grave problema que aflige a comunidade e traz dano para o meio ambiente e prejuízo para os produtores rurais, acompanhamos de perto os focos, nossos caminhões pipas já ficam sempre abastecidos para emergências, tentamos dar o máximo de auxílio para apagar os focos de queimadas, que este ano já ultrapassaram a marca de 27 registros, um ano bem atípico dos outros anteriores”, diz a Secretária.

A Defesa Civil alerta a população para que não joguem latas de alumínio e vidro em meio ao mato, devido ao fato de que esses materiais aquecerem com a luz do sol e acabam iniciando a combustão do mato seco. Outro pedido da Defesa Civil é para que a população não jogue bitucas de cigarro na estrada.

De acordo com dados do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), até 31 do mês passado, Mato Grosso somava 9.176 focos de calor. Devido à baixa média histórica de chuvas, o Estado definiu o período proibitivo de uso do fogo na zona rural no período de 01 de julho a 30 de setembro, podendo ser prorrogado. A decisão também levou em consideração os riscos que a poluição do ar traz à saúde humana, especialmente em um momento que o mundo enfrenta uma pandemia de uma síndrome respiratória, a Covid-19.

 

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-