Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Padrasto é preso por abusar sexualmente de criança de 10 anos em Guarantã do Norte.


Little girl suffering bullying raises her palm asking to stop the violence
Esta postagem foi publicada em 17 de junho de 2020 Destaque 1, Notícias.

Uma mãe procurou a polícia militar de Guarantã do Norte na madrugada desta ultima terça-feira (16), para denunciar denunciar seu marido que estaria abusando sexualmente de sua filha de 10 anos.

Segundo o que consta no boletim de ocorrência, ou suspeito de 47 anos que é padrasto da vítima, já vem há algum tempo molestando a menor, tocando em suas partes íntimas com as mãos, bem como ficando nu, mostrando e passando seu órgão genital nas partes íntimas da vítima.

Diante das informações a polícia militar acionou o conselho tutelar e de imediato se deslocaram até a residência informada pela mãe da vítima. A mulher informou aos policiais que na casa havia um rifle calibre 22. e que a mesma dava autorização para que os policiais adentra-se a sua residência, pois a mesma temia pela sua vida e de sua filha.

Os policiais ao chegarem na residência não encontraram o suspeito, porém receberam informações de que o mesmo estaria em um boteco próximo. Os policiais se deslocaram até o local onde lograram êxito em localizar o suspeito.

Perguntado sobre a arma de fogo, o mesmo não confirmou que possuía a mesma, diante da afirmação, os policiais retornaram até a residência e encontraram o referido armamento.

Foi dada a voz de prisão ao suspeito e o mesmo foi conduzido para a delegacia municipal de Guarantã do Norte, onde responderá por porte ilegal de arma de fogo e estupro de vulnerável.

Segundo a Lei de Abuso de Autoridade (nº 13.869), é proibido divulgar nomes ou fotos que possa revelar a identidade do acusado, criada pelos senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Randolfe Rodrigues (Rede).

 

 

 

 

Fonte: O Território


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-