Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Pai de menina assassinada organiza protesto para que suspeito não seja transferido para Sinop


11
Esta postagem foi publicada em 19 de julho de 2019 Destaque Slide Topo, Notícias.

O pai da criança que estuprada e estrangulada em Sorriso, no bairro São José, organiza um protesto para que o suspeito, Jonathan Nicolas Duarte, de 20 anos, não seja transferido do Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS) para o presídio “Ferrugem”, em Sinop;

A manifestação ocorrerá em frente ao Fórum de Sorriso, a partir das 16h. “Eu queria pedir à população de Sorriso: vamos clamar por Justiça. Após o enterro da minha filha, que será às 15h, no cemitério, vamos lá pedir para ele pagar o crime em Sorriso e não seja transferido para Sinop. Vamos lá dar esse apoio para nós. Foi com a minha filha, mas poderia ter sido com a filha de qualquer um”.

Ainda chocado com o crime, o pai da menina participa do velório que ocorre desde ontem à noite, no bairro São José I. Perguntado sobre o acusado do crime, o homem disse que não o conhecia. “Ele morava em frente à casa da mãe da minha filha, mas eu não conhecia ele”.

Os pais da vítima são separados e a criança fica sob os cuidados do pai até que a mãe retorne do trabalhe. Na noite de quarta-feira, porém, a menina pediu para ficar na casa da mãe para brincar com as outras crianças do bairro. Ela estava sozinha quando foi estuprada pelo vizinho.

Ao chegar em casa, a mãe suspeitou que a filha tivesse sofrido uma convulsão e a levou às pressas para o Hospital Regional de Sorriso, onde foi constado o óbito.

O exame de necropsia feito pelo Instituto de Medicina Legal (IML) apontou que a criança apresentava sinais de estupro, bem como indícios de morte violenta (pescoço quebrado).

 

 

Fonte: Portal de Sorriso


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-