Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Pessoas estão morrendo e equipamentos para instalação de UTIs em Peixoto de Azevedo estão em deposito


01
Esta postagem foi publicada em 29 de julho de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

Em companhia dos deputados Nininho (PSD) e Neri Geller (PP) o prefeito Mauricio Ferreira (PSD) estiveram em audiência com o governador Mauro Mendes (DEM) quando foi anunciado o envio para Peixoto de Azevedo de equipamentos para instalação de 10 UTI’s para serem utilizados no combate ao Corona Vírus – COVID-19 -.

Um vídeo foi postado na rede social com o Prefeito ladeado pelos deputados onde o Governador dava a noticia do envio dos equipamentos para o município. Do anuncio até hoje já se passaram aproximadamente dois meses. Os equipamentos segundo vídeo postado pela assessoria da Prefeitura mostravam o momento em que os equipamentos estavam sendo descarregado no Hospital Regional de Peixoto de Azevedo. Em outro vídeo gravado no celular pelo próprio Prefeito, onde ele narra o recebimento do material foi postado em rede social na data em que chegaram ao município, 04 de julho.

Enquanto o Prefeito faz anúncios postados em sua rede social e divulgados em vários grupos de whataApp, a instalação dos equipamentos caminha a passo de lesma ou tartaruga.

A verdade é que famílias e amigos estão vendo pessoas morrem por falta destas UTI’s e nada e feito para agilizar o processo de instalação. No hospital pelo que foi mostrado em vídeo por um Vereador já tem uma ala preparada para isto e que a dias se encontra a disposição para que técnicos possam instalar os aparelhos.

Os servidores do setor de saúde têm dado tudo de si para amenizar o sofrimento de quem chega ao hospital a procura de tratamento. O Secretario de Saúde e a equipe medica tem se empenhado para tentar diminuir os casos do Corona Vírus – COVID-19 -mas falta o empenho do Prefeito no sentido de instalar os equipamentos já entregues pelo Governo do Estado.

Muitos podem falar: “há, mas Peixoto de Azevedo não conta com medico intensivista para trabalhar em Unidades de Terapia Intensiva – UTI” -, mas Os médicos que atendem em unidades de terapia intensiva têm sido historicamente os mesmos médicos que cuidarão dos pacientes antes da transferência para a UTI. Em muitos casos, são os serviços de Anestesiologia e Reanimação os responsáveis pelo cuidado de pacientes graves, geralmente após as cirurgias. Em alguns hospitais há um grupo especial de médicos atendendo em UTI, conhecido como intensivistas. Os intensivistas são médicos de diferentes áreas que fazem uma especialização de dois a três anos de duração, que os capacita a tal área, que é bem complexa e específica.

O manejo de pacientes em terapia intensiva se difere significativamente entre os países. Na Austrália, onde a medicina intensiva é uma especialidade bem estabelecida, UTIs são descritos como “fechados”. Em uma unidade fechada, o especialista em cuidados intensivos assume um papel principal como médico responsável, já o médico primário do paciente servirá como médico consultor. Em países como a Espanha, os anestesiologistas são os responsáveis pelo tratamento de pacientes críticos pós-operatório. Outros países têm Unidades de Terapia Intensiva “aberta”, onde o médico primário faz a admissão e toma as decisões relacionadas ao paciente crítico.

A pergunta que fica é: “quando esses equipamentos vão ser instalados, para que mortes pelo Corona Vírus possam ser evitadas”. Com a palavra o senhor Prefeito.

 

 

 

 

Fonte: Resumo Diário


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-