Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Petróleo fecha em queda e puxa preços do açúcar


b1748ac146b3b1809959edfdba14e329
Esta postagem foi publicada em 15 de abril de 2020 Destaque 2, Notícias.

Os preços do açúcar recuaram nas bolsas internacionais nessa terça-feira (14), acompanhando a desvalorização do petróleo, sendo que o WTI recuou 10,26% e o Brent 6,74%. Na bolsa de Nova York os contratos com vencimento para maio/20 foram firmados em 10.05 centavos de dólar por libra-peso, queda de 12 pontos. O lote para julho/20 foi firmado em 10.25 cents/lb, recuo de 4 pontos. Os demais vencimentos recuaram entre 6 e 13 pontos.

Em Londres o cenário também foi de desvalorização. O lote para maio/20 fechou em US$ 345,20 a tonelada, queda de 3,30 dólares. Os contratos para agosto/20 fecharam em US$ 331,20 a tonelada, recuo de 10 cents de dólar. Os outros contratos caíram entre 10 cents e 1,70 dólar.

Os preços do petróleo em baixa estimulam as usinas a produzirem mais açúcar. Na segunda quinzena de março deste ano, as usinas da região Centro-Sul, maior produtora do Brasil, produziram 197,64 mil toneladas de açúcar, de acordo com a Unica.

Mercado interno

Ontem (14), em São Paulo, a saca de 50 kg de açúcar cristal fechou em R$ 79,21, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP, com valorização de 0,04% quando comparado ao valor da véspera. Esta foi a 4ª alta consecutiva do adoçante.

Etanol

O etanol hidratado voltou a cair nessa terça-feira, pelos índices da Esalq/BM&FBovespa, Posto Paulínia. O metro cúbico foi firmado em 1.522,50, baixa de 0,20% quando comparado ao valor da véspera.

 

 

Fonte: Portal do Agronegócio


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-