Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

PM que matou pioneiro de Lucas do Rio Verde se entrega, é ouvido e liberado em seguida


Esta postagem foi publicada em 27 de fevereiro de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

O sargento da Polícia Militar acusado de matar o empresário Pedro Luís Pegorini, de 58 anos, em Tapurah, se apresentou nesta quarta-feira (26) na Deleagacia de Polícia da cidade, onde foi ouvido pelo delegado Marcelo Carvalho e liberado em seguida.

Como o militar – cujo nome não foi revelado – se apresentou espontâneamente, ele deve responder pelo crime em liberdade. Pedro Pegorini foi morto a tiros na tarde deste domingo (25), em um sítio, em Tapurah, onde o militar é lotado.

O sargento apresentou a arma usada por ele, que foi apreendida para perícia. De acordo com a Polícia Civil, o policial alegou ter agido em legítima defesa. Na versão do dele, Pedro e ele discutiram e a vítima teria ido, supostamente, buscar uma arma em um dos cômodos da casa, quando então o sargento atirou contra a porta do quarto.

Testemunhas também foram ouvidas pela Polícia Civil. No entanto um inquérito será instaurado para apurar a dinâmica do crime.

Quinze anos de carreira

O sargento da PM tinha 15 anos na corporação e até então nunca havia respondido por nenhum crime. A informação inicial repassada pelo caseiro do sítio à PM é de que a vítima e o suspeito eram amigos e estavam ingerindo bebida alcoólica juntos, dentro da residência principal do sítio.

Os dois teriam discutido e, em determinado momento, o sargento sacou uma arma .40 e disparou três vezes. Após o homicídio, o militar fugiu do sítio e não foi mais localizado. Foi o caseiro que que acionou a Polícia Militar da cidade e denunciou o crime.

O caso já foi repassado a Polícia Civil, que comunicou que ainda não sabe o que teria levado o militar a cometer o homicídio. Já o caseiro prestou um depoimento inicial ainda na tarde de ontem, mas deve ser ouvido novamente no decorrer da semana.

Além de Pioneiro em Lucas do Rio Verde, o empresário era dono da funerária Nossa Senhora de Fátima.

 

Fonte: Mídia News


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-