Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

Polícia Civil indicia herdeiro da TVCA acusado de matar caseiro


zahran
Esta postagem foi publicada em 9 de setembro de 2021 Destaque 1, Destaque Slide Topo, Notícias, Política.

O empresário Gabriel Gandi Zahran Georges, 33 anos, herdeiro da TV Centro América, foi indiciado pela Polícia Civil, por homicídio culposo, nesta quarta-feira (8). Ele teria atirado acidentalmente no caseiro da fazenda da família, perto de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, no dia 29 de agosto. 

A investigação foi concluída preliminarmente pela 5ª Delegacia de Polícia, na Piratininga. No entendimento da polícia, Gabriel e a vítima, Rosevaldo Matias Moitinho, de 46 anos, eram amigos e costumavam caçar com frequência.

A polícia ouviu de Gabriel que ele e Rosevaldo caçavam durante a noite e, ao atirar em um javali, notou que Rosevaldo foi atingido. Ele revelou que socorreu o caseiro imediatamente, o deixou na UPA Universitário e fugiu. 

Gabriel só se apresentou no dia seguinte e entregou a documentação de autorização de caçador, conhecido como ‘’CAC’’. Esse documento ainda vai passar por perícia. 

Assim que a análise pericial estiver pronta, o inquérito será finalizado e encaminhado à Justiça. 

O suspeito é filho do ex-deputado federal, Gandi Jamil Georges e sobrinho de Fahd Georges, este último preso por crimes de pistolagem na região da fronteira e na capital Campo Grande. 

Além disso, Gabriel é herdeiro do Grupo Zahran, que tem entre suas empresas uma grande rede de afiliadas da TV Globo, a empresa Copagaz o Haras El Zahran e outros bens. 

 

 

 

Fonte: RéporterMT


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Politica de Privacidade!

-