Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Polícia prende vereador de Carlinda acusado de homicídio; advogado nega intimação judicial


12
Esta postagem foi publicada em 1 de agosto de 2020 Notícias, Política.

O delegado de Polícia Civil, Pablo Carneiro confirmou, há pouco, que a Polícia Militar prendeu, ontem, o vereador, Manoel Miranda Costa, de 66 anos, que está como presidente interino da câmara de Carlinda (285 quilômetros de Sinop), onde foi cumprido a ordem judicial. Ele foi encaminhado à delegacia de Alta Floresta.

O parlamentar é acusado de homicídio cometido em São Paulo, em 1984. A condenação de 16 anos, foi determinada pela justiça paulista, em 2009. “Ele relatou que esse fato aconteceu enquanto ele trabalhava em uma empresa de segurança e tinham pessoas tentando furtar um local e em troca de tiros acabou baleando um dos envolvidos”, explicou Carneiro.

Não foi confirmado se o vereador permanecerá preso em Mato Grosso ou se deve ser encaminhado para São Paulo para cumprimento da pena.

Outro lado
O advogado do vereador, Wagner Silveira Fagundes, informou, ao Só Notícias, que o mandado foi recebido com surpresa, já que a condenação foi em 2009 e de lá para cá Manoel não foi intimado pela justiça. “Já foi servidor público, atuou no Incra, servidor comissionado, tem empresa em Carlinda, participou de três eleições, e foi eleito na última, sempre apresentando as certidões na justiça, e nunca teve conhecimento desse processo”. “À época do ocorrido prestou depoimento na delegacia e nunca mais foi intimado sobre o caso”, destacou.

Ainda de acordo com Wagner, neste domingo a equipe composta por quatro advogados vai até São Paulo para ter acesso ao processo por ainda não estar digitalizado. “Devido a essa pandemia não vai ser fácil, mas vamos buscar ver o teor processual, porque ele não foi intimado. Tinha endereço físico, mas nunca recebeu, por exemplo, carta precatória para intimação. Vamos tomar pé dessa situação para darmos um esclarecimento maior a toda a população. Essa será a linha da defesa, ter acesso a íntegra dos autos para somente depois disso posicionar melhor”, completou.

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-