Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

Por aumento de preços e escassez, Aprosoja alerta produtores para diminuírem uso de fertilizantes em MT


Phosphate-fertiliser20160429-4162-qp47ny
Esta postagem foi publicada em 25 de outubro de 2021 Notícias, Política.

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) emitiu uma recomendação, para que os agricultores mato-grossenses reduzam a quantidade de fertilizantes na safra 2022/2023. Segundo o presidente da entidade, Fernando Cadore, o momento do mercado é de alta dos preços e o produtor não precisa ter pressa para comprar. “Os preços de fertilizantes mais que dobraram no mercado. Essa é uma decisão pessoal de cada produtor, mas ele não pode pagar esse preço”.

A entidade ainda ressalta que na safra 2022/2023, com a alta dos preços e a falta de insumos, o produtor rural deve buscar uma consultoria agronômica e fazer uso racional de fertilizantes, usando a reserva de solo. “Use menos adubo. Utilize sua reserva de solo e otimize a viabilidade da safra. Procure a orientação do seu agrônomo, avalie os nutrientes que seu solo possui e se for possível plante sem adubar, utilizando apenas a reserva de solo”, destaca o presidente.

Além dos fertilizantes, o preço de muitos outros itens utilizados na lavoura subiu. É o caso dos maquinários, combustível e matéria prima. Por isso a recomendação é evitar comprar sem necessidade para poder diminuir os custos. “Não é hora de comprar maquinários e fazer dívidas. Os preços estão cada vez mais altos e a aquisição sem necessidade pode causar endividamento do produtor”, disse Cadore.

Fernando ainda ressaltou que se for preciso o produtor tem que plantar sem fertilizantes. “Se possível, o produtor deve fazer o uso zero de adubos, para melhor a viabilidade da lavoura e se manter na atividade. É melhor produzir menos e fechar a safra no lucro, do que adquirir insumos com preços muito elevados e no final ficar no prejuízo”.

O mais recente levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), divulgado na segunda-feira, indica que os recentes volumes de chuvas e as previsões indicando boas precipitações no Estado estão favorecendo o avanço do plantio de soja, que teve progresso significativo de 24,75 pontos percentuais na semana passada e, até a última sexta-feira, 45,06% da área prevista para a safra 2021/22 havia sido semeada.

 

 

 

Fonte: Agro Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Politica de Privacidade!

-

76C16F68-917F-4C88-8DC1-7D0A4250D2A3 155878a9-213d-4c2f-9e12-54738fc50437