Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Por unanimidade, deputados aprovam PEC que transforma agente penitenciário em policial penal


15
Esta postagem foi publicada em 18 de agosto de 2020 Notícias, Política.

Em votação unânime, a Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira (18) a criação da Polícia Penal em Mato Grosso. O Projeto de Emenda Constitucinal (PEC) é de autoria do deputado João Batista (Pros), que é servidor do seistema penitenciário. Ele explicou que o projeto é legal e já existe um parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE) que determina a regulamentação da categoria nos mesmos parâmetros da Constituição Federal.

“Acredito que já passou da hora de conseguirmos fechar a criação da Polícia Penal em Mato Grosso. Tem muita discussão jurídica em torno do projeto, por isso fiz a opção de apresentá-lo da forma mais enxuta que encontrei, acabando assim com todo esse imbróglio e criar a Polícia Penal em nosso estado”, disse o deputado.

João Batista contou um pouco da história dos agentes, que antigamente eram chamados de carcereiros e depois de agentes penitenciários e disse que a nomenclatura de policial penal é por conta de uma especialização dos agentes, que agora conseguem combater o crime organizado, seja ela qual nomenclatura for, com muito estudo.

“A categoria não cuida apenas de preso. Eles são capacitados para combater o crime organizado. Eles conhecem as facções e merecem o respeito por conta disso. Além disso, noss profissão é a segunda mais perigosa do mundo, ficando apenas atrás dos mineradores. Dito isso, justifico aqui meu pedido, mostrando que a atividade de um policial penal também preserva a ordem pública e a segurança da população”, justificou o deputado João Batista.

O deputado Wilson Santos (PSDB) usou da palavra no expediente para parabenizar o trabalho de Batista, que foi incansável na construção da aprovação do projeto da Polícia Penal.

“O senhor foi criticado por conta da previdência, mas é o que mais luta pela categoria por conta dos seus projetos. O senhor é um sindicalista dentro do Plenário e que luta pelos seus amigos.  A categoria da Polícia Penal deve muito ao senhor. Que luta todos os dias e consegue emplacar e aprovar os projetos. Parabéns João. Não se aveche. Seja forte e siga de cabeça erguida. Você luta e consegue o resultado. O que importa é o resultado e isso você e sua categoria conseguem demonstrar com maestria” disse Santos.

A deputada Janaina Riva (MDB) lembrou que o trabalho de João Batita é antiga por conta dessa categoria. “O João é um cara que merece respeito. Parabéns deputado. A luta é antiga e agora é recompensado para poder dizer que a Polícia Penal existe em Mato Grosso também. O senhor será sempre lembrado por isso. Parabéns. Os agentes penitenciários, agora policiais penais, sempre vão lembrar do senhor como um batalhador das causas. Desde a época de sindicalista e agora deputado”, comentou Janaina.

Segundo João Batista, a Polícia Penal é uma das ações que compõem a proposta de reestruturação do sistema penitenciário.

“Este PEC é resultado de um trabalho de 20 anos da categoria para disciplinar o sistema diante de tantas mazelas. Os impactos dessa adequação vão além dos presídios e chegam a toda sociedade, inclusive com a possibilidade de redução dos índices de reincidência das prisões”, defendeu o parlamentar.

No final, o projeto recebeu 20 votos a favor e foi encaminhado ao Governo do Estado para aprovação de Mauro Mendes (DEM) e publicação no Diário Oficial do Estado.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Olhar Direto


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-