Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Presidente da AMM critica entrega de cartões Ser Família


9975
Esta postagem foi publicada em 11 de maio de 2021 Destaque Slide Topo, Notícias.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, criticou a decisão governador Mauro Mendes (DEM) de entregar pessoalmente cartões do programa Ser Família Emergencial pelo interior do Estado. Além de causar aglomeração, segundo Fraga, o governador vai ter gastos desnecessários, uma vez que os cartões poderiam ser entregues pelos municípios.

O programa Ser Família Emergencial, criado pelo governador Mauro Mendes para conter os efeitos econômicos da pandemia da covid-19 nas classes mais baixas da população, prevê que 100 mil famílias serão atendidas com uma renda de R$150 por cinco meses.

“Eu estou impressionado com o desperdício de dinheiro público, onde o governo cria um programa de apoio social para famílias carentes e que ao distribuir os cartões desloca-se uma equipe de secretários e secretarias que não tem a ver com a área social, assessores e deputados, uma situação desagradável”, criticou o presidente da associação.

“Quanto está custando essa movimentação toda?”, questionou. Fraga também comparou a ação de Mauro Mendes com outra ação semelhante, do ex-governador Pedro Taques, que criou o programa Pró-Família e a Caravana da Transformação.

“Eu não posso avaliar a questão política disso, mas por incrível que pareça é uma ação que é uma cópia das ações do governo Pedro Taques, quando entregava 60 reais para as famílias, algo semelhante já foi feito pelo ex-governador quando começou entregar para essas famílias carentes”, comentou.

 

 

Fonte: Muvuca Popular


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-