Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Presidente do MDB, Bezerra é contra adiar eleições e destinar fundo para Covid-19


fa2670124477c75e4a85938ecf20dfba
Esta postagem foi publicada em 13 de abril de 2020 Notícias, Política.

O presidente estadual do MDB e deputado federal Carlos Bezerra é contra o adiamento das eleições municipais, em outubro. O tema tem ganhado cada vez mais força com avanço da pandemia da Covid-19 no Brasil. A Câmara Federal, inclusive, deve votar o PL 646/20 que prevê a destinação dos fundos Partidário e Especial de Financiamento de Campanhas para ações contra a pandemia.

O líder do MDB em Mato Grosso, em entrevista ao, alega que o adiamento das eleições significa a prorrogação dos mandatos de prefeitos e vereadores.  Considera o que é necessário reciclar os governantes, pois é a medida mais saudável em uma democracia. “É um erro a destinação dos recursos do Fundo Eleitoral, por ser a única fonte para as campanhas”, defende.

Apesar de ser contra o PL 646/20, Bezerra sinaliza que pode mudar de ideia caso a Câmara venha a  discutir a possibilidade de unificar as eleições. Assim, a população escolheria, num só dia, o presidente da República, deputados estaduais, federais, senadores, prefeitos e vereadores.

A ideia vai na mesma linha de uma da PEC do senador Wellington Fagundes (PL), que poprõe estender os atuais mandatos para tornar coincidentes os mandatos eletivos, criando uma eleição geral em 2022.

O PL 646/20, por sua vez, quer alterar a Lei dos Partidos Políticos e a Lei das Eleições, para autorizar os diretórios nacionais dos partidos a doarem recursos do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas para ações incluídas em políticas de enfrentamento de emergências de saúde pública, de calamidade pública ou de desastres naturais. A pauta aguarda o despacho do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e já foi apresentada em plenário.

Além da tramitação do projeto, o Tribunal Superior Eleitoral tem avaliado a possibilidade de adiar as eleições. Por enquanto, elas estão mantidas para outubro.

 

 

 

Fonte: RD News


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-