Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Procuradores pedem afastamento de todos empregados da JBS em unidade de Colíder após casos de Covid-19


09
Esta postagem foi publicada em 24 de julho de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

O Ministério Público do Trabalho pediu afastamento remunerado de todos os funcionários da unidade da JBS na cidade de Colíder, no Mato Grosso, por ao menos 14 dias e que a Justiça do Trabalho obrigue a empresa a testar todos eles para Covid-19.

Segundo o MPT, desde 20 de maio, a empresa já teve 84 casos confirmados pela Covid-19, ou 16,9% de todo os casos da cidade, sem contar familiares e outras pessoas próximas deles.
De acordo com o documento, isso também representa que cerca de 14% dos 602 funcionários foram infectados.

“Ou seja, há uma incidência da contaminação na unidade do frigorífico 12 vezes mais intensa do que na população em geral do município”, afirmaram os procuradores Ludmila Pereira Araújo e Marcel Bianchini Trentin.
O MPT alega ainda que, nas listas de empregados afastados apresentados pela empresa à Vigilância Sanitária só constam trabalhadores sintomáticos e não houve afastamento de pessoas com doenças crônicas preexistentes, como hipertensão e diabetes.

Consultada, a JBS afirmou em nota que não comenta ações judiciais em andamento, mas alegou que entre medidas adotadas contra a pandemia, afasta colaboradores com resultado de teste positivo para Covid-19 até que se recupere.

“A empresa também realiza busca ativa e afasta preventivamente todos os contactantes suspeitos, além do monitoramento permanente de todos os colaboradores e sistemática desinfecção das unidades”, afirmou a empresa.

 

 

 

 

Fonte: G1 MT


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-