Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Professores aprovam greve geral e devem parar na próxima segunda-feira


08
Esta postagem foi publicada em 21 de maio de 2019 Destaque Slide Topo, Notícias.

Os professores de Mato Grosso decidiram pela greve geral, a partir da próxima segunda-feira (27), por tempo indeterminado. A decisão foi tomada no final da tarde desta segunda-feira (20), durante assembleia da categoria no colégio estadual Presidente Médici, em Cuiabá.

Dos 141 municípios de Mato Grosso, 105 contaram com representação de lideranças durante o encontro, o que representa 75% de adesão à greve em todo Estado e 392 mil alunos podem ficar sem aulas.

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) informou que se até o início da próxima semana o Governo não apresentar nenhuma contraproposta, a greve será deflagrada de modo automático.

O principal ponto da pauta que emperrou a negociação entre o Governo e o Sintep foi o não cumprimento da lei estadual da “Dobra do Poder de Compra” (510/2013), que equipara o salário dos profissionais da Educação às demais carreiras do executivo estadual, de mesmo nível.

Lideranças discutem rumos do movimento com os professores durante a assembleia geral

Lideranças discutem rumos do movimento com os professores durante a assembleia geral

O Governo alega que no momento seria impossível atender a reinvindicação, por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), tendo em vista que Estado já extrapolou o limite orçamentário com folha salarial; podia gastar 49% e atualmente já está no patamar de 57,8%.

“O aumento de salário, neste momento, é impossível, principalmente sob o ponto de vista legal”, justifica o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra.

Na pauta de reinvindicação os professores também exigem condições de trabalho; infraestrutura das escolas; equipamentos pedagógicos; além da convocação para concurso público.

Após a aprovação da greve, os professores saíram em passeata pelas ruas de Cuiabá até a Praça Alencastro, no Centro da Cidade.

Atualmente Mato Grosso conta com 748 unidades de ensino da rede estadual, espalhadas pelos 141 municípios.

 

 

Fonte: Repórter MT


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-