Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Secretário de educação aposta em Sputnik e diz que aulas retornam após vacinação de professores


01
Esta postagem foi publicada em 26 de abril de 2021 Destaque 1, Notícias.

O secretário de Estado de Educação Alan Porto afirmou que as aulas em formato híbrido devem voltar nas escolas estaduais de Mato Grosso assim que os professores e outros funcionários forem vacinados contra a Covid-19. Porto acredita que a Sputnik V deve ser aprovada em breve e, com isso, que o estado conseguirá adiantar a imunização deste grupo.

 

“O que está acontecendo no mundo inteiro e no Brasil é a vacinação até 18 anos, então isso está no PNI, está no plano nacional de imunização. O que nós queremos é um ambiente dentro da escola controlado, e um ambiente seguro, e para isso nós temos os técnicos da secretaria de saúde, da vigilância sanitária, que a gente está trabalhando todo mundo em conjunto para que neste momento que nós tenhamos essa segurança dentro das unidades escolares a gente retomar as atividades, seja de forma gradativa, híbrida, com segurança. Neste momento a gente está preocupado com as vidas, as vidas dos professores, dos estudantes, das famílias”, garantiu o gestor.

 

Segundo Alan, o pedido do Sindicato dos trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep MT) de que as aulas presenciais só retornem quando os alunos também estejam vacinados não é possível, visto que as vacinas em uso atualmente não foram nem mesmo testadas em pessoas com menos de 18 anos de idade.

 

Apesar disso, o secretário acredita que as aulas devem voltar ainda neste ano. “Houve uma declaração do presidente dos Estados Unidos falando que hoje já ia convidar todos os cidadãos americanos para se vacinarem, então o que a gente espera da iniciativa do governador Mauro Mendes da questão da vacina da Sputnik, que seja autorizado o mais rápido possível e que essas vacinas venham para o estado de Mato Grosso para a gente acelerar a imunização”, afirmou.

 

“O Mauro também deu uma iniciativa muito interessante que priorizou a vacinação dos profissionais da educação, assim que finalizar a vacinação da força de segurança, então o próximo passo é vacinar os profissionais da educação, e assim que a gente vacinar os profissionais da educação nós vamos retornar nossas atividades de forma híbrida, essa é a ideia”, completou Porto.

 

 

Fonte: Olhar Direto


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-