Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Segunda Turma do STF reconhece parcialidade de Moro e anula sentença no caso Banestado


03
Esta postagem foi publicada em 26 de agosto de 2020 Notícias, Política.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro e anulou a sentença do doleiro Paulo Roberto Krug no âmbito do escândalo do Banestado, que apurou esquema bilionário de evasão de divisas entre 1996 e 2002.

As informações são do jornal Valor Econômico.

A decisão pode ser um indício de como a Corte pode se manifestar no julgamento sobre a suspeição de Moro nos casos envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Prevaleceu o entendimento do ministro Gilmar Mendes, presidente do colegiado, que foi acompanhado por Ricardo Lewandowski. Votaram contra a anulação os ministros Edson Fachin e Cármen Lúcia. Como o ministro Celso de Mello não estava presente na sessão, pois cumpre licença médica, o empate foi favorável ao réu.

O argumento da defesa de Krug, delatado pelo também doleiro Alberto Youssef em colaboração premiada, foi o de que Moro atuou como um auxiliar do Ministério Público Federal (MPF), participando da produção de provas na fase instrutória e juntando, por iniciativa própria, documentos que ele acabou por utilizar na hora da sentença. Por isso, a condenação deveria ser anulada.

 

 

 

 

 

Fonte: BN News


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-