Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Seis municípios do Nortão têm taxa de contágio da Covid superior a 50% e risco muito alto


06
Esta postagem foi publicada em 10 de julho de 2020 Destaque Slide Topo, Notícias.

O número de pessoas infectadas com Coronavírus continua aumentando no Estado, assim como a quantidade de mortes (ontem à noite foram confirmadas mais 40). E Mato Grosso chega ao gravíssimo patamar de 98% das UTIs de hospitais públicos ocupados. Hoje tem apenas 4 leitos.

Subiu para 32 o número de municípios com risco muito alto para transmissão do Coronavírus. 9 são na região Norte. A nova classificação, feita pela secretaria estadual de Saúde aponta que Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis  Sorriso, Lucas do Rio Verde, Cáceres, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Pontes e Lacerda, Sinop, Peixoto de Azevedo, Barra do Garças, Querência, Nova Mutum, Guarantã do Norte, Sapezal, Colíder, Tapurah, Campo Novo do Parecis, Vila Bela da Santíssima Trindade, Mirassol D’Oeste, Chapada dos Guimarães, Canarana, Porto Esperidião, Jaciara, General Carneiro, Vila Rica, Poconé, Matupá, Pedra Preta, Rosário Oeste e Alto Garças tem o mais grave risco de transmissão.

Cuiabá tem 4.423 casos ativos da doença e a taxa de crescimento de contaminação (TCC) cresceu 36,4% em relação ao início desta semana. Várzea Grande tem 1.185 casos ativos e crescimento de 40,5%.  Rondonópolis está com 935 e cresceu 47,7% a taxa. Lucas do Rio Verde aparece com 767 casos e aumento de 58%, Cáceres 329 e aumentou 43,4% o contágio da doença, Primavera do Leste aparece com 296 casos ativos e aumento de 41,8%. Tangará da Serra 244 e crescimento de 50,5%, Pontes e Lacerda 243 casos ativos de Covid e 34% a mais de contágio. Sinop está com 231 casos ativos e a taxa de crescimento está entre as maiores, na semana, 70,6%. Em Peixoto de Azevedo, são 214 casos e aumento de 58,2% na TCC.  Nova Mutum tem 156 e aumentou 34,5%. Guarantã do Norte tem 138 casos e aumentou em 63,5% o contágio, Colíder aparece com 123 e aumento de 55,9%. Em Matupá são 62 casos ativos mas a taxa de de crescimento de contágio subiu 80,7% em relação ao início desta semana. Em Tapurah são 110 e aumento de 62%.

Os boletins de classificação são divulgados duas vezes na semana. O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Ontem, o lockdown foi prorrogado, por mais 7 dias, em Cuiabá e Várzra Grande, com apenas 52 segmentos do comércio e indústria, considerados essenciais, que vão funcionar funcionando. O fechamento da maioria começou no último dia 25 por ordem judicial, atendendo pedido do Ministério Público.

O governo do Estado pretende colocar em funcionamento, hoje, na Santa Casa em Cuiabá, mais 20 leitos de UTI para casos de Covid-19. Em Sinop, a previsão é chegar neste final de semana os equipamentos para instalar mais 9 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo no hospital regional.

 

Ainda de acordo com informações contidas no boletim, os municípios que estão na classificação de risco “alto” para a disseminação do coronavírus são: Cláudia, Poxoréo, Nossa Senhora do Livramento, Campo Verde, Feliz Natal,  Ribeirão Cascalheira, Campinápolis, Nobres, Comodoro,  Santo Antônio do Leste, São José dos Quatro Marcos, Vera, Barra do Bugres, Nova Lacerda, Novo Mundo, Araputanga, Arenápolis, Juscimeira, Diamantino, Água Boa, Ipiranga no Norte, Nova Olímpia, Nova Santa Helena, Nova Ubiratã, Barão de Melgaço, Juruena, Paranaíta, Nova Xavantina, Porto dos Gaúchos, Terra Nova do Norte, Alto Paraguai, Nova Brasilândia, São Félix  do Araguaia, Conquista D’Oeste, Lambari D’Oeste, Nova Marilândia, Novo São Joaquim, São José do Xingu, União do Sul, São Pedro da Cipa, Tabaporã, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, São José do Rio Claro, Castanheira, Denise, Brasnorte, Reserva do Cabaçal, Itaúba, Porto Estrela, Alto Taquari, Cocalinho, Nortelândia, Tesouro, Figueirópolis D’Oeste, Araguaiana, Jauru, Nova Maringá, Novo Horizonte, Vale de São Domingos e Santa Terezinha.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

 

 

 

 

Fonte: Só Notícias


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-