Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Sorriso: polícia suspeita que jovem tenha sido executado a mando de facção criminosa


554121581454062
Esta postagem foi publicada em 12 de fevereiro de 2020 Destaque 1, Notícias.

ucas Henrique da Silva Alves, de 22 anos, foi atingido por cerca de 13 disparos de arma de fogo.

As investigações sobre o assassinato de Lucas Henrique da Silva Alves, de 22 anos, ocorrida na noite de domingo (9), em Sorriso, continuam em andamento. Nesta tarde, o delegado Nilson Farias informou que a principal linha de investigação é que o jovem tenha sido executado a mando de uma facção criminosa. A vítima foi atingida por cerca de 13 disparos de arma de fogo quando estava na casa da namorada, no bairro Mário Raiter.

Foram ouvidos populares e pessoas ligadas à vítima. Conforme o delegado responsável pelas investigações, Lucas tinha passagem por tráfico de drogas e no passado sofreu uma tentativa de homicídio. “Ele mudou de cidade e agora ele retornou, era um pastor evangélico, acabou se afastando da igreja e voltou para o mundo do crime e acabou tendo a sua vida ceifada”.

Os investigadores apuram se Lucas poderia pertencer à facção criminosa, bem como o que motivou o crime. Pela quantidade de tiros contra a vítima, a polícia aponta que uma pistola foi usada na execução.

A namorada da vítima, que tem sua identidade preservada, não foi alvejada. A mulher, que tem um filho de Lucas, já pode recorrer à Justiça medidas de proteção. “Ela está bem abalada. Mas ela trouxe algumas informações, mas muito superficiais. Os indivíduos estavam de capacete. Ela não conseguiu identificar quem são essas pessoas. Por medo, ela preferiu não trazer muitas informações”.

Segundo ela, apenas um executor entrou na casa. Porém, há possiblidade que uma pessoa, que ficou do lado de fora, ter dado apoio ao crime. “Precisamos do apoio da população. Sua informação será trazida deforma anônima. Ninguém será exposto”.

 

 

 

Fonte: Portal Sorriso


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-