Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Facebook

Vereador Diogo marca presença em movimento de produtores na capital do estado.


74e47126-737c-40f6-92dc-d27fdba0afe0
Esta postagem foi publicada em 16 de maio de 2019 ATUAÇÃO PARLAMENTAR, Destaque Slide Topo, Notícias.

Após atender o clamor de produtores rurais, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) parou a Capital do Estado, nesta quarta-feira (15.05), com a presença de aproximadamente 1.500 produtores para chamar a atenção dos Poderes Executivo e Legislativo, e da sociedade em geral, sobre a necessidade do enxugamento da máquina pública, com cortes de gastos, aplicação correta dos recursos arrecadados dos cidadãos e para apresentar demandas específicas do setor de produção de alimentos de Mato Grosso.

O ato marcou a programação do Movimento Mato Grosso Forte que reuniu produtores de todos os cantos do Estado, mobilizados pelos 24 núcleos da Aprosoja. Ao longo do dia, a comissão do Movimento foi recebida pela presidente da Assembleia Legislativa em exercício, deputada Janaina Riva, e demais deputados estaduais, e também pelo governador do Estado, Mauro Mendes.

Em ambas situações, os produtores liderados pelo presidente da Aprosoja-MT e vice-presidente da Aprosoja Brasil, Antonio Galvan, e pelo vice-presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, apresentaram uma carta de reivindicações aos poderes contendo itens que impactam não apenas o setor agrícola, mas a sociedade em geral.

Nova Ubiratã também esteve presente no evento MT Forte, a fim de ajudar a classe produtiva em suas cobranças.

Como a exemplo do vereador Diogo Feijó Setter (PSD) que através de entrevista via telefone, pontuou que se faz necessário que as autoridades políticas de Nova Ubiratã e região se unam para apoiar os produtores.

Vereador Diogo Feijó Setter (PSD)

Vereador Diogo Feijó Setter (PSD)

“Nossa região é essencialmente agrícola, e tem por muitos anos carregado o nosso estado e o Brasil nas costas, temos que fazer este enfrentamento, junto ao governo do estado para que essas taxas sobre a agricultura chegue ao fim, é muito dinheiro gasto de forma errada, e quando aparece a  conta o produtor tem que pagar, temos que incentivar o nosso, produtor, para que ele continue no campo, plantando, gerando emprego e fomentando nosso estado, por esse motivo estou aqui para ajudar no que for preciso, são várias pessoas de vários seguimentos aqui hoje que estão unidos em uma só voz”. Pontuou o vereador Diogo

 

Os produtores começaram a se reunir pela manhã no Cenarim Rural para deliberações internas. No período vespertino a primeira parada foi a Assembleia Legislativa. Cerca de nove deputados receberam a comitiva de diretores e delegados coordenadores da Aprosoja-MT, liderados por Galvan.

Entre os pontos reivindicados estão, por exemplo, o fim da cobrança do Fethab sobre o milho e a aplicação correta dos recursos oriundos do Fethab 1 e 2 da soja. Representando todos os deputados estaduais, Janaína Riva, que recebeu a carta de reivindicações, afirmou que a Casa de Leis está aberta para os cidadãos. De acordo com a presidente da AL-MT, os maiores aliados para esta luta que nasce do produtor, mas é de toda sociedade, são os deputados estaduais.

 

Fonte: AcesseMT/ Bruno Oliveira com informações Aprosoja


WhatsApp

Nenhum banner para exibir



Nenhum banner para exibir

Nenhum banner para exibir

-